domingo, 9 de maio de 2010

Cuidados na escolha e preparação do alimento
















Para ter uma alimentação saudável, não basta conhecer os nutrientes e o valor nutritivo dos alimentos. É necessário saber a melhor maneira de escolher, preparar, conservar e rotular todos os alimentos que vão ser consumidos. Os cuidados com a higiene pessoal,do ambiente e dos próprios alimentos também são essenciais. Todas essas informações são muito importantes para a nossa saúde e precisam ser usadas no nosso dia-a-dia.

Um conceito básico, mas fundamental no cuidado com a preparação dos alimentos, é manter a higiene e a limpeza dos mesmos, do manipulador de alimentos e do ambiente no qual serão feitas as preparações.Primeiramente, antes de manipular os alimentos, e durante a preparação, deve-se lavar as mãos. Os equipamentos, superfícies e utensílios a serem utilizados também devem ser corretamente higienizados.

Produtos embalados
Verique o prazo de validade e outras informações que são importantes,como ingredientes utilizados, composição nutricional,modo de conservação e de preparo.

-A embalagem precisa estar perfeita. Não pode estar estufada,enferrujada, amassada ou rasgada.

-O produto não deve estar com a cor, cheiro ou consistência alteradas.

-Observe se o local de armazenamento está em boas condições,se as prateleiras estão limpas, os refrigeradores e freezeres ligados e em temperatura adequada.

-Só compre produtos de origem animal com o selo de garantia doServiço de Inspeção Federal (SIF), do Ministério da Agricultura.O produtor e/ou indústria devem estar identificados no rótulo,assim como o número de registro do estabelecimento.

-Se houver qualquer dúvida sobre o uso e conservação do produto,consulte o serviço de orientação ao cliente do local de venda e da indústria.

Carnes, aves, peixes e ovos

Alimentos crus, principalmente carnes e peixes, devem ficar separados dos cozidos, assim como os utensílios utilizados para o manuseio. Isto é um ponto importante para evitar a contaminação cruzada. Durante o cozimento, os alimentos devem atingir uma temperatura de no mínimo 70ºC para garantir a ausência de microorganismos perigosos à saúde. Para peças grandes de carne ou aves inteiras, atentar para que seu centro também atinja a temperatura adequada.


Carne bovina e de porco
-Quando frescas, são compactas, apresentam gordura branca e firme, cor vermelho-brilhante e cheiro agradável. Não compre se a carne estiver escura ou esverdeada, o cheiro for desagradável e não houver origem determinada e carimbo de inspeção do Ministério da Agricultura, denominado Serviço de Inspeção Federal (SIF).

Carne moída
-Se a carne já estiver moída, tenha a certeza de que a origem é segura e também inspecionada(SIF). Prefira a que já se encontra em embalagem e que contenha data de validade.

Frango e aves
-Estão bons quando a cor da pele variar do branco ao amarelo, a superfície for brilhante e firme ao tato. Verifique o carimbo de inspeção (SIF) e a validade.

Ovos
-Quando novos, têm a casca pouco porosa, bem limpa e sem rachaduras. Para saber se o ovo está velho, é só colocá-lo numa vasilha com água e sal. Se ele flutuar, é porque está velho. Não use o ovo também se a clara ou gema grudarem na casca, se tiver cheiro diferente, podridão ou sabor anormal.

Peixe, camarão e mariscos
-Estão frescos quando os olhos são arredondados, a guelra é vermelha, o cheiro é suave, a pele está brilhante e as escamas firmes. Se você apertar a carne, ela deve voltar à posição rapidamente.O camarão precisa estar com a cabeça presa ao corpo,a carapaça firme, o olho brilhante e o cheiro agradável.

Miúdos (coração, fígado, rins, língua)
-Estão bons quando a superfície é brilhante, firme ao tato e a cor é regular, sem pontos brancos. É importante também que não haja mau cheiro.

Embutidos (salsicha, lingüiça, salame, mortadela, presunto)
-A cor deve ser original, sem fungos ou corantes demais. Salsicha e lingüiça não podem ter bolhas de ar ou apresentar líquidos.Observe se o salame não tem bolor, está escuro demais ou endurecido pela perda de água.


Hortaliças e frutas
As hortaliças e frutas próprias para consumo não devem apresentar:

-Partes ou casca amolecidas, manchadas, mofadas ou de cor alterada.

-Polpa amolecida com mofo.

-Folhas, raízes e talos murchos, mofados ou estragados.

-Qualquer alteração na cor normal.

-Qualquer modificação no cheiro característico.

-Consistência alterada, esponjosa.

-Perfurações, enrugamento.

-Excesso ou falta de umidade característica.
Prefira as frutas e verduras da estação. Além de mais econômicas,
conservam melhor os nutrientes.


Preparação dos alimentos

Um conceito básico, mas fundamental no cuidado com a preparação dos alimentos, é manter a higiene e a limpeza dos mesmos, do manipulador de alimentos e do ambiente no qual serão feitas as preparações.Primeiramente, antes de manipular os alimentos, e durante a preparação, deve-se lavar as mãos. Os equipamentos, superfícies e utensílios a serem utilizados também devem ser corretamente higienizados.

Higienização de legumes ,verduras e frutas
*Limpeza:
- Retiramos a sujeira que vemos
-Retirar as partes estragadas;
-Lavar em água corrente.

*Desinfecção:
- Retiramos a sujeira que não vemos ( microorganismos)
-Desinfetar em solução de hipoclorito de sódio por 15 minutos: 1 colher de sopa de hipoclorito de sódio para cada litro de água
-Enxaguar em água corrente;
-Colocar em utensílio limpo e coberto, se não for consumir logo.

Sopas e caldos
Sopas e caldos devem ferver pelo tempo mínimo de um minuto antes de ser consumidos e ao reaquecer os alimentos é necessário assegurar-se de que todas as partes recebam calor por igual.

Alimentos Crus
Alimentos crus, principalmente carnes e peixes, devem ficar separados dos cozidos, assim como os utensílios utilizados para o manuseio. Isto é um ponto importante para evitar a contaminação cruzada. Durante o cozimento, os alimentos devem atingir uma temperatura de no mínimo 70ºC para garantir a ausência de microorganismos perigosos à saúde. Para peças grandes de carne ou aves inteiras, atentar para que seu centro também atinja a temperatura adequada.


Dicas para preservar os nutrientes dos alimentos

- Evite usar muita água e deixar o alimento no fogo por muito tempo. Prefira cozer no vapor;

- Não desperdice a água em que se cozinham os vegetais. Reaproveite-a em sopas ou no preparo de massas ou arroz;

- Mantenha a panela fechada quando cozinhar verduras e legumes. Como o vapor permanece na panela, as vitaminas continuam na água de cozimento. Também reaproveite em sopas ou no preparo de massas ou arroz;

- Consuma legumes e frutas com casca, sempre que possível a fim de aproveitar as fibras que se encontram na casca;

- Rasgue as folhas, como as de alface, ao invés de cortá-las com faca;

- Prefira cortar os alimentos em pedaços grandes para que a superfície de contato com o ar seja menor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário